DiversasEconomia

O que é risco de mercado?

Entenda o que é risco de mercado e saiba quais são as consequências disso para o empreendedor

Você provavelmente chegou neste artigo porque é um empreendedor ou porque pretende começar a investir, e quer saber como proteger seu capital em situações de risco e reduzir os danos causados por essas circunstâncias.

É claro que o risco de mercado sempre vai existir, não importa qual tipo de investimento seja e nem a forma de investimento. Entretanto, um bom planejamento ajuda a reduzir o impacto que pode ser causado em um investimento arriscado.

Conhecer a variação de preço do produto em que se pretende investir é uma das principais formas de evitar grandes situações de risco.

Se você quer entender mais sobre o risco de mercado e receber algumas dicas de como se proteger, continue a leitura.

O que é risco de mercado?

Para começar, vamos responder a pergunta mais importante e que dá título a este artigo. Afinal, o que é o risco de mercado que todos falam?

A palavra risco sempre nos deixa em alerta, e o dicionário já nos diz que se trata de uma probabilidade de insucesso.

Dessa forma, já podemos aprender que todos os investidores devem ter cautela e estudar bastante, pois eles lidam todos os dias com inúmeras situações de risco em seus investimentos.

Para dar uma definição mais exata do que é o risco de mercado, nós podemos dizer que se trata da probabilidade de perdas no mercado de investimentos. 

Tendo isso em mente, agora precisamos saber o que influencia nas variações de preço e o que mexe com o mercado. Eventos políticos, crises na saúde e até mesmo fenômenos da natureza podem implicar em mudanças radicais no mercado.

É claro que muitos desses acontecimentos não são fáceis de prever, mas é para isso que o investidor tenta se proteger dos riscos.

Como se proteger dos riscos de mercado?

Pode-se dizer que é impossível algum investidor evitar 100% dos riscos do mercado, entretanto, algumas estratégias podem ser utilizadas para diminuir o impacto de um prejuízo.

A principal dica para se proteger dos riscos de mercado é ter uma variação em sua carteira, ou seja, diversificar os seus investimentos.

Essa diversificação pode ser feita distribuindo seu capital. Se você investe em criptomoedas, pode diversificar sua carteira comprando Bitcoin, Ethereum, BNB e Polkadot, que são quatro das principais criptomoedas.

Dessa forma, caso o Ethereum sofra uma variação de preço muito grande, você evita um prejuízo por estar com presença em outras três criptomoedas, que podem ter seu valor aumentado ou pelo menos mantido.

A mesma coisa pode ser feita no mercado de ações ao comprar ativos em diferentes setores, seja em bancos, construtoras, geradoras de energia etc.

Como o risco de mercado influencia em diferentes investimentos?

Como vimos acima, o risco de mercado existe em todos os tipos de investimento e cada um deles possui uma volatilidade diferente, ou seja, uma variação maior ou menor no preço.

Portanto, é importante saber como cada investimento se comporta para ter estratégias e poder proteger melhor o seu capital.

1. Risco de mercado para ações

Um dos investimentos mais conhecidos é o de mercado de ações. Dos mercados tradicionais, é o investimento que possui um dos maiores riscos. No entanto, como falado acima, é possível diversificar sua carteira e investir em diferentes setores do mercado de ação, sendo possível, assim, minimizar as perdas.

2. Risco de mercado para fundos imobiliários

O mercado de fundos imobiliários não é o mais indicado para investidores iniciantes. Isso porque esse investimento está relacionado ao mercado geral e ao próprio setor imobiliário. 

Sendo assim, ele possui uma maior volatilidade, tornando-se um mercado mais atrativo para investidores que já possuem experiência.

3. Risco de mercado para criptomoedas
O mercado de criptomoedas, que vem se tornando muito popular nos últimos anos, possui uma volatilidade altíssima e uma variedade gigantesca de diferentes moedas.

Essa volatilidade singular das criptomoedas pode gerar um lucro muito grande em pouco tempo, como também pode causar um prejuízo ao investidor.

Nesse caso, o melhor a se fazer é variar sua carteira, fazendo-se presente nas principais e maiores criptomoedas. Se você for um investidor iniciante, uma boa dica é fazer uma análise do valor do Bitcoin e verificar como a maior criptomoeda, sendo uma das mais estáveis, ainda possui grande variação de preço.

4. Risco de mercado para câmbio

O câmbio é um dos mercados mais tradicionais para os investidores. Sua segurança o torna um dos investimentos de menor risco. No entanto, eventos políticos e crises sanitárias ou do meio ambiente podem acabar impactando bastante na sua volatilidade.

Entenda o que é risco de mercado e saiba quais são as consequências disso para o empreendedor

Você provavelmente chegou neste artigo porque é um empreendedor ou porque pretende começar a investir, e quer saber como proteger seu capital em situações de risco e reduzir os danos causados por essas circunstâncias.

É claro que o risco de mercado sempre vai existir, não importa qual tipo de investimento seja e nem a forma de investimento. Entretanto, um bom planejamento ajuda a reduzir o impacto que pode ser causado em um investimento arriscado.

Conhecer a variação de preço do produto em que se pretende investir é uma das principais formas de evitar grandes situações de risco.

Se você quer entender mais sobre o risco de mercado e receber algumas dicas de como se proteger, continue a leitura.

O que é risco de mercado?

Para começar, vamos responder a pergunta mais importante e que dá título a este artigo. Afinal, o que é o risco de mercado que todos falam?

A palavra risco sempre nos deixa em alerta, e o dicionário já nos diz que se trata de uma probabilidade de insucesso.

Dessa forma, já podemos aprender que todos os investidores devem ter cautela e estudar bastante, pois eles lidam todos os dias com inúmeras situações de risco em seus investimentos.

Para dar uma definição mais exata do que é o risco de mercado, nós podemos dizer que se trata da probabilidade de perdas no mercado de investimentos. 

Tendo isso em mente, agora precisamos saber o que influencia nas variações de preço e o que mexe com o mercado. Eventos políticos, crises na saúde e até mesmo fenômenos da natureza podem implicar em mudanças radicais no mercado.

É claro que muitos desses acontecimentos não são fáceis de prever, mas é para isso que o investidor tenta se proteger dos riscos.

Como se proteger dos riscos de mercado?

Pode-se dizer que é impossível algum investidor evitar 100% dos riscos do mercado, entretanto, algumas estratégias podem ser utilizadas para diminuir o impacto de um prejuízo.

A principal dica para se proteger dos riscos de mercado é ter uma variação em sua carteira, ou seja, diversificar os seus investimentos.

Essa diversificação pode ser feita distribuindo seu capital. Se você investe em criptomoedas, pode diversificar sua carteira comprando Bitcoin, Ethereum, BNB e Polkadot, que são quatro das principais criptomoedas.

Dessa forma, caso o Ethereum sofra uma variação de preço muito grande, você evita um prejuízo por estar com presença em outras três criptomoedas, que podem ter seu valor aumentado ou pelo menos mantido.

A mesma coisa pode ser feita no mercado de ações ao comprar ativos em diferentes setores, seja em bancos, construtoras, geradoras de energia etc.

Como o risco de mercado influencia em diferentes investimentos?

Como vimos acima, o risco de mercado existe em todos os tipos de investimento e cada um deles possui uma volatilidade diferente, ou seja, uma variação maior ou menor no preço.

Portanto, é importante saber como cada investimento se comporta para ter estratégias e poder proteger melhor o seu capital.

1. Risco de mercado para ações

Um dos investimentos mais conhecidos é o de mercado de ações. Dos mercados tradicionais, é o investimento que possui um dos maiores riscos. No entanto, como falado acima, é possível diversificar sua carteira e investir em diferentes setores do mercado de ação, sendo possível, assim, minimizar as perdas.

2. Risco de mercado para fundos imobiliários

O mercado de fundos imobiliários não é o mais indicado para investidores iniciantes. Isso porque esse investimento está relacionado ao mercado geral e ao próprio setor imobiliário.  Sendo assim, ele possui uma maior volatilidade, tornando-se um mercado mais atrativo para investidores que já possuem experiência.

3. Risco de mercado para criptomoedas

O mercado de criptomoedas, que vem se tornando muito popular nos últimos anos, possui uma volatilidade altíssima e uma variedade gigantesca de diferentes moedas.

Essa volatilidade singular das criptomoedas pode gerar um lucro muito grande em pouco tempo, como também pode causar um prejuízo ao investidor.

Nesse caso, o melhor a se fazer é variar sua carteira, fazendo-se presente nas principais e maiores criptomoedas. Se você for um investidor iniciante, uma boa dica é fazer uma análise do valor do Bitcoin e verificar como a maior criptomoeda, sendo uma das mais estáveis, ainda possui grande variação de preço.

4. Risco de mercado para câmbio

O câmbio é um dos mercados mais tradicionais para os investidores. Sua segurança o torna um dos investimentos de menor risco. No entanto, eventos políticos e crises sanitárias ou do meio ambiente podem acabar impactando bastante na sua volatilidade.

Banner de propaganda da agência de sites GR3 WEB

Related posts
Economia

Santander e Harvard anunciam 5 mil bolsas de estudo para aprender habilidades em ambientes corporativos

Share on Facebook Share …
Read more
Diversas

Principais serviços digitais ofertados por agências de marketing em São Paulo

Share on Facebook Share …
Read more
Diversas

4 formas de começar a estudar uma nova língua e conquistar fluência

Share on Facebook Share …
Read more
Newsletter
Cadastre seu e-mail

Cadastre seu e-mail e receba nosso conteúdo exclusivo.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

CleverNT: 58242 Visits Devices Code Obs Start: 2022-04-01 End: 2022-04-30 Copy the code. Paste it on the source code of your website, near the bottom, just before ex: same way you insert the google analytics script/code In case you're using banners, you also need to add the Tag: