Bahia

Conta de luz deixa de ter cobrança extra a partir deste sábado

A partir deste sábado (16), a conta de luz deixa de ter cobrança extra com a entrada em vigor da bandeira tarifária verde.

Até então, a bandeira em vigor era a da escassez hídrica, criada em setembro 2021 para compensar o aumento do custo de geração de energia por conta da crise hídrica que o país enfrentava à época, que obrigou o acionamento de termelétricas. Isso representava uma cobrança de R$ 14,20 a mais para cada 100 quilowatt-hora consumidos.

O Ministério de Minas e Energia estima que a conta de luz deva ter redução de cerca de 20% a partir do próximo mês para o consumidor residencial. A pasta também disse que com a manutenção das condições de chuva, a perspectiva é de que a bandeira verde continue até o final do ano.

Entenda as bandeiras tarifárias
A bandeira verde aparece na conta de luz quando há condições favoráveis para a geração de energia. Com isso, não há nenhum acréscimo para o consumidor na tarifa.

Já a bandeira amarela sinaliza que algumas condições que encarecem a geração de energia começaram a aparecer. Com isso, a tarifa passa a ter um acréscimo de R$ 1,874 para cada 100 quilowatt-hora (kWh) que for consumido no mês.

A bandeira vermelha sinaliza uma piora nas condições de geração de energia. O patamar 1 da bandeira representa um acréscimo de R$ 3,971 para cada 100 quilowatt-hora (kWh) consumido. Já o patamar 2 representa um acréscimo de R$ 9,492 para cada 100 quilowatt-hora.

A bandeira escassez hídrica, criada no ano passado, representa uma cobrança de R$ 14,20 a mais para cada 100 quilowatt-hora consumidos.

Aneel propõe reajuste nas bandeiras tarifárias
Na última terça-feira (12), a diretoria da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) propôs aumentos em algumas bandeiras tarifárias. A proposta, porém, passará por consulta pública.

Em alguns casos, os reajustes são superiores a 50%. Pela proposta apresentada pela agência, o valor da bandeira tarifária amarela passaria por um aumento de 56%, de R$ 1,874 a cada 100 quilowatts (kWh) para R$ 2,927. Já a bandeira vermelha 1 passaria de R$ 3,971 para R$ 6,237, alta de 57%.

O patamar mais caro da bandeira, a vermelha 2, teria uma redução de 1,70%, de R$ 9,492 a cada 100 kWh para R$ 9,330.

A proposta ainda pode sofrer alterações durante a consulta pública. As contribuições sobre o tema poderão ser enviadas entre 14 de abril e 4 de maio.

Banner de propaganda da agência de sites GR3 WEB

About author

Articles

PORTALBELMONTE é um portal de notícias de Belmonte e região com mais de 20 anos de credibilidade trazemos sempre o que acontece de mais relevante para você. Telefones: (73)99954-2314 Endereço: Travessa Santo Antonio, 13 - Barrolândia - Belmonte - BA
Related posts
Bahia

Prefeitos baianos participam em Brasília da seleção do Minha Casa, Minha Vida de quase 15 mil unidades habitacionais na Bahia

O presidente da União dos Municípios da Bahia (UPB), prefeito Quinho de Belo Campo, acompanhado de…
Read more
Bahia

Seminário discute as principais regras que vão reger as eleições municipais de 2024

Trazer informações relevantes para os gestores e para aqueles que vão disputar o pleito municipal…
Read more
BahiaPolicia

Governo da Bahia nomeia 712 novos integrantes para Polícia Civil

O Governo do Estado publicou, no Diário Oficial do Estado (DOE) desta quarta-feira (3), a…
Read more
Newsletter
Cadastre seu e-mail

Cadastre seu e-mail e receba nosso conteúdo exclusivo.

[mc4wp_form id="729"]

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

CleverNT: 58242 Visits Devices Code Obs Start: 2022-04-01 End: 2022-04-30 Copy the code. Paste it on the source code of your website, near the bottom, just before ex: same way you insert the google analytics script/code In case you're using banners, you also need to add the Tag: