Bahia

COLEGIADO DA MULHER DEBATE PROJETO DE COMBATE À VIOLÊNCIA NAS REDES SOCIAIS

A Comissão de Direitos da Mulher da Assembleia Legislativa promoveu, nesta quarta-feira (11), uma audiência pública com representantes no Brasil da Meta, uma companhia de tecnologia que engloba Facebook, Instagram e WhatsApp, para apresentação dos projetos Empreendedora, Combate à Violência nas Redes Sociais e Chat Boat. A iniciativa foi da deputada Soane Galvão (PSB), atendendo a uma solicitação da deputada federal Ivoneide Caetano (PT), integrante da Comissão de Indústria e Comércio da Câmara dos Deputados. Na ausência da presidente do colegiado, em virtude de um compromisso de última hora surgido na cidade de Ilhéus, a deputada Fabíola Mansur (PSB) conduziu os trabalhos e ressaltou a necessidade de discutir o assunto.

“A gente precisa da Meta, uma empresa politicamente responsável, que faz campanhas e cursos online de enfrentamento à violência política contra a mulher. Precisamos ampliar a nossa capacitação nas redes sociais, buscar fortalecer o protagonismo feminino na economia brasileira, oferecendo meios e aprendizado para as mulheres empreendedoras”, salientou a socialista, saudando os diretores da empresa, que vieram de São Paulo para explicar ao público baiano como desenvolvem essas ferramentas.

CAPACITAÇÃO

Embaixadora da Meta, a deputada federal Ivoneide Caetano falou sobre o uso das ferramentas tecnológicas para potencializar o empreendedorismo e também o combate à violência contra a mulher nos três aplicativos da empresa, que foi criada pelo magnata e empresário dos EUA Mark Zuckerberg. A petista considerou que os projetos são de extrema relevância, principalmente em razão do aumento das agressões e dos crimes de feminicídio no país. “Queremos orientar, treinar essas mulheres, combater a violência, mas com capacitação e independência financeira. Somos mais de 10 milhões de mulheres empreendedoras em casa e essa ferramenta é muito potente para gerar renda para suas famílias”, afirmou.

Kaliana Kalache, diretora de Políticas Públicas da Meta, explicou que a empresa tem a missão de aproximar o mundo e dar voz às pessoas, porém de maneira responsável. Ela lembrou que a mulher é atacada pelas suas atribuições físicas e na sexualidade, assegurando que “quando se mexe na privacidade das pessoas, ferindo a dignidade de alguém, a Meta remove o conteúdo, como forma de uma rede de proteção à mulher”. Kaliana relatou ainda questões de segurança, em situações de guerra, com imagens que mostram pessoas sendo assassinadas, violentadas, e que não são permitidas na plataforma. “Não queremos criar gatilhos e violências que perpetuem. Ano passado foram três bilhões de contas que nós removemos e a gente conta com a automação, é a Inteligência Artificial detectando conteúdos que possam ser maliciosos”, completou a dirigente.

EMANCIPAÇÃO

Mário César Vilhena, gerente de Políticas Públicas da Meta, definiu o empreendedorismo como um dos caminhos para emancipação das mulheres, especialmente aquelas vítimas de violência, poderem iniciar um negócio, fortalecer um empreendimento. “Estamos propondo ao Governo do Estado um programa de empreendedorismo, onde a gente vai oferecer pra população uma série, uma trilha, com treinamento, ensinando a mexer com a gestão do negócio, emissão de nota fiscal, como fazer pagamento, educação financeira e marketing digital, afinal de contas somos as plataformas digitais”, acrescentou o gerente.

Presidente da Comissão de Processos Legislativos da OAB-Bahia, Breno Valadares, pontuou que a violência contra a mulher deve ser combatida com atitudes práticas, com exemplos de superação, sendo o empreendedorismo uma verdadeira saída para a mulher conquistar a autonomia financeira. “Temos de saber ouvir as comunidades e ouvir as mulheres nesse momento é fundamental. Ter empresas como a Meta, a Assembleia Legislativa e a Câmara Federal envolvidas nesse debate é um grande passo para transformar a vida dessas pessoas, gerando mais dignidade”, frisou o advogado.

No encerramento da audiência pública, a deputada Fabíola Mansur anunciou que no dia 23 de novembro deste ano será realizado, na Casa do Povo, o 1º Seminário da Procuradoria Especial da Mulher da ALBA, com temas de Enfrentamento à Violência, Autonomia da Mulher e Violência Política de Gênero. A socialista reiterou o convite para que a equipe da Meta compareça ao encontro “aprofundando a utilização das ferramentas para inclusão e justiça, mas também como proteção das ofensas, constrangimentos e humilhações que as mulheres sofrem diariamente nas redes sociais”.

Banner de propaganda da agência de sites GR3 WEB

About author

Articles

PORTALBELMONTE é um portal de notícias de Belmonte e região com mais de 20 anos de credibilidade trazemos sempre o que acontece de mais relevante para você. Telefones: (73)99954-2314 Endereço: Travessa Santo Antonio, 13 - Barrolândia - Belmonte - BA
Related posts
Bahia

Empreendimento Reserva da Costa

Share on Facebook Share …
Read more
Bahia

Chuvas volumosas só devem chegar às áreas mais secas da Bahia próximo ao Natal

Share on Facebook Share …
Read more
Bahia

Jerônimo volta à Bahia com missão de mitigar seca no interior do estado

Share on Facebook Share …
Read more
Newsletter
Cadastre seu e-mail

Cadastre seu e-mail e receba nosso conteúdo exclusivo.

[mc4wp_form id="729"]

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

CleverNT: 58242 Visits Devices Code Obs Start: 2022-04-01 End: 2022-04-30 Copy the code. Paste it on the source code of your website, near the bottom, just before ex: same way you insert the google analytics script/code In case you're using banners, you also need to add the Tag: