CoronavírusSaúde

Vacina Covid-19: clínicas particulares terão que obedecer regra de grupos prioritários

Vacina Covid-19

A vacina da Covid-19 está cada vez mais próxima de ser aplicada nos brasileiros, e as clínicas particulares terão que obedecer as regras de grupos prioritários. 

Muitas pessoas estão realizando o teste rápido de coronavírus de maneira particular, e a vacinação por meio de clínicas particulares também será uma opção. 

A Associação Brasileira das Clínicas de Vacinas (ABCVAC) informou que está negociando com um laboratório indiano, chamado Bharat Biotech, para adquirir 5 milhões de doses de uma vacina para a Covid-19. 

Com isso, o Ministério da Saúde informou que, mesmo com a possibilidade da compra da vacina do laboratório, a rede privada também precisa obedecer as regras de grupos prioritários para o início da vacinação.  

Para que as clínicas privadas iniciem a vacinação contra o Coronavírus, elas deverão seguir o processo que será realizado no âmbito do SUS (Sistema Único de Saúde) – seguindo o Plano de Operacionalização da Vacinação que já foi apresentado. 

A vacina que a rede privada pretende adquirir é chamada de Covaxin e teve o seu uso emergencial aprovado na Índia, no começo de janeiro,  pelas autoridades do país. 

Porém, a vacina ainda precisa da autorização da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) para ser utilizada no Brasil. 

Continue a leitura para compreender melhor quais são os grupos prioritários e a importância da vacina contra a Covid-19!

Quais são os grupos prioritários e como acontecerá a vacinação no Brasil

O Plano Nacional de Imunização contra a Covid-19 possui uma sequência de grupos que devem receber a vacina.

Recentemente, o Ministério da Saúde alterou este plano e retirou professores e agentes de segurança pública dos grupos prioritários.  

Inicialmente, o plano tinha quatro fases para a vacinação contra a Covid-19. Com a mudança, que agora passa para três fases, o plano fica da seguinte maneira:

Fase 1

  • Profissionais da área de saúde;
  • Idosos a partir dos 75 anos;
  • Pessoas com 60 anos ou mais que residem em instituições de longa permanência, como instituições psiquiátricas e casas de repouso. 

Fase 2

  • Pessoas de 60 a 74 anos.

Fase 3

  • Pessoas com determinadas doenças, como: hipertensão arterial grave, diabetes mellitus, doença renal, doença pulmonar obstrutiva crônica, doenças cardiovasculares e cerebrovasculares, anemia falciforme, câncer, obesidade grave e pessoas com transplante de órgão sólido.

O plano deixa claro que menores de 18 anos, gestantes e pessoas que já apresentaram reação anafilática a qualquer componente presente em vacinas contra a Covid-19, não deverão receber a vacina. 

A importância da vacina contra a Covid-19

Entendemos que algumas pessoas podem estar preocupadas em serem vacinadas agora que as vacinas Covid-19 estão disponíveis em alguns países.

Enquanto mais vacinas Covid-19 estão sendo desenvolvidas o mais rápido possível, processos e procedimentos de rotina permanecem em vigor para garantir a segurança de qualquer vacina que seja autorizada ou aprovada para uso. 

A segurança é uma prioridade e há muitos motivos para ser vacinado. Abaixo está um resumo dos benefícios da vacinação contra a Covid-19 com base no que sabemos atualmente. 

A vacinação contra a Covid-19 é uma maneira segura de ajudar a construir proteção

  • O Covid-19 pode ter complicações graves e fatais, e não há como saber como a doença te afetará. E se você ficar doente, você pode espalhar a doença para amigos, familiares e outras pessoas ao seu redor.
  • Os ensaios clínicos de todas as vacinas devem primeiro mostrar que são seguras e eficazes antes que qualquer vacina possa ser autorizada ou aprovada para uso, incluindo as vacinas COVID-19. Os benefícios conhecidos e potenciais devem superar os riscos conhecidos e potenciais da vacina.
  • Obter a Covid-19 pode oferecer alguma proteção natural, conhecida como imunidade. A evidência atual sugere que a reinfecção com o vírus que causa a doença é incomum nos 90 dias após a infecção inicial. No entanto, os especialistas não sabem ao certo quanto tempo dura essa proteção, e o risco de doenças graves e morte por Covid-19 supera em muito qualquer benefício da imunidade natural. A vacinação ajudará a protegê-lo, criando uma resposta de anticorpos (sistema imunológico) sem ter que ficar doente.

A vacinação contra a Covid-19 será uma ferramenta importante para ajudar a conter a pandemia

  • O uso de máscaras e o distanciamento social ajudam a reduzir a chance de se expor ao vírus ou de transmiti-lo a outras pessoas, mas essas medidas não são suficientes. As vacinas trabalharão com o seu sistema imunológico, de modo que ele estará pronto para combater o vírus se você for exposto.
  • A combinação de ser vacinado e seguir as recomendações do Ministério da Saúde para proteger a si mesmo e aos outros oferecerá a melhor proteção contra Covid-19.
  • Parar uma pandemia requer o uso de todas as ferramentas de que dispomos. À medida que os especialistas aprendem mais sobre como a vacinação pode ajudar a reduzir a propagação da doença nas comunidades. 

Com todas as informações deste artigo, esperamos que você tenha compreendido melhor a questão das clínicas particulares obedecerem à regra de grupos prioritários e a importância da vacinação para combater a Covid-19.

Banner de propaganda da agência de sites GR3 WEB

Related posts
Saúde

Cuidados com a saúde bucal em tempos de Covid-19

Os cuidados com a saúde bucal devem ser levados a sério em todos os momentos da vida…
Read more
CoronavírusNacionais

Turistas devem deixar Búzios. Justiça ordena fechamento de hotéis e lojas

A prefeitura anunciou que vai recorrer da decisão, que obriga os hotéis a fecharem apenas na alta…
Read more
Saúde

Como a saúde bucal pode impactar na qualidade de vida

A cada dia que passa, ter uma boa qualidade de vida tornou-se um requisito primordial. Seja na…
Read more
Newsletter
Cadastre seu e-mail

Cadastre seu e-mail e receba nosso conteúdo exclusivo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *