Tudo o que você precisa saber sobre gestão empresarial

Gestão empresarial é um assunto que deve fazer parte da rotina de qualquer empresa, independentemente de seu porte ou segmento.

Mesmo no caso dos pequenos negócios, onde o empreendedor faz tudo sozinho, é fundamental saber como conduzir e trabalhar com ações que tragam um crescimento sustentável para eles.

Na verdade, principalmente, no caso de pequenas e médias empresas, é indispensável ter atenção redobrada com a gestão empresarial. 

Esse assunto também deve ser dominado por profissionais que almejam um cargo melhor nas organizações.

De forma geral, esse assunto é indispensável para que uma boa ideia de negócio cresça e conquiste o mercado, caso contrário, ela pode simplesmente fracassar.

Muitas empresas fecham suas portas logo após o primeiro ano de funcionamento porque os empreendedores hoje gestores não souberam lidar com suas necessidades.

Eles acabam pecando em vários sentidos, e isso acontece justamente por não compreenderem a gestão empresarial como deveriam. 

Com apenas um pouco de conhecimento sobre o assunto, é possível salvar o negócio.

Pensando nisso, neste artigo, vamos explicar o que é gestão empresarial, falar sobre sua importância e dar dicas de como aplicá-la. Confira o texto até o final.

Qual o conceito de gestão empresarial?

A gestão empresarial tem como missão conduzir os negócios de modo que eles obtenham bons resultados, e para isso, ela trabalha com várias ferramentas, como:

  • Controle das finanças;
  • Administração dos recursos humanos;
  • Gestão de recursos materiais;
  • Planejamento de marketing.

Em vista disso, fica claro que se trata de um conceito amplo, voltado para todas as áreas da corporação. 

Isso é importante porque toda empresa, como no caso de uma confecção de roupas, é um organismo complexo que precisa funcionar adequadamente.

Quando todos os setores são bem trabalhados, otimizam o próprio desempenho e alcançam resultados melhores.

É importante entender que nem todo empreendedor é um gestor, por conta disso, é necessário estudar e adotar boas práticas e ferramentas para que o negócio sobreviva em seu mercado.

Mesmo quando a empresa atua em um nicho muito específico e com poucos concorrentes, seu futuro depende de uma gestão competente e comprometida.

Quando isso não acontece, ela se torna mais vulnerável às instabilidades do mercado e sua longevidade pode ser comprometida.

Importância de uma boa gestão empresarial

Como falado anteriormente, a gestão empresarial é uma atividade abrangente porque engloba todas as áreas da corporação.

Esse trabalho envolve organização de processos, contratações e demissões, planejamento estratégico, pagamentos e recebimentos, análise de custos, compras e vendas, ou seja, tudo o que faz parte de uma empresa é tratado por sua gestão.

Ademais, todas as áreas de um negócio, como no caso de uma companhia de locação de van com motorista, dependem de boas práticas voltadas para as finanças e para tudo o que envolve os colaboradores.

No que diz respeito a uma definição macro, a gestão empresarial é importante para garantir que a organização esteja no rumo certo.

Por exemplo, é um erro grave gastar mais do que lucra, não melhorar os esforços de produtividade, utilizar ferramentas ultrapassadas ou deixar de investir em processos de cobrança. Tudo isso pode gerar grandes problemas para a corporação.

Tanto é que, de acordo com o IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística), muitas empresas fecham suas portas por problemas com a gestão empresarial.

De acordo com o Sebrae (Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas), os problemas com a gestão estão entre os principais motivos que levam os negócios a fecharem suas portas.

Por essa razão, uma parte considerável deles não consegue chegar ao segundo ano de vida. 

Dentre os erros mais comuns está a falta de conhecimento sobre o próprio mercado em que atua e a negligência no controle financeiro.

Em resumo, os problemas com a gestão empresarial trazem como resultado a falência do negócio e a perda de boas ideias.

Uma empresa de limpeza de ar condicionado pode aplicar essa gestão por meio de algumas práticas que serão vistas no próximo tópico.

Como aplicar a gestão empresarial?

Administrar uma empresa, mesmo que pequena, não é uma tarefa fácil, visto que existem muitas obrigações fiscais e os empresários precisam se atentar à Constituição.

Soma-se a isso as constantes turbulências econômicas e o processo de gestão se torna ainda mais complexo. Mas, é possível reverter o quadro, por meio das seguintes estratégias:

Fazer um planejamento estratégico

O planejamento estratégico é importante porque direciona as decisões e ajuda a empresa a chegar onde quer, entretanto, é importante saber qual é esse objetivo.

Definir as metas e os objetivos de curto, médio e longo prazo é importante para estruturar as ações internas e corrigi-las ao longo do trajeto. É dessa forma, inclusive, que a gestão empresarial se torna mais fácil e racional.

Entretanto, um escritório de reforma de lojas comerciais sabe que apenas o planejamento não é o suficiente. 

É necessário usar indicadores para analisar se a empresa está no rumo certo ou se as estratégias precisam ser modificadas.

O planejamento funciona como um mapa que direciona a organização para o futuro que tanto almeja.

Estabelecer uma boa comunicação interna

Bons resultados também dependem da postura, esforço e sincronia dos profissionais que atuam dentro da corporação.

É muito importante que os colaboradores vistam a camisa da empresa, mas para isso, é fundamental estabelecer uma comunicação interna de qualidade e reconhecer o trabalho que essas pessoas fazem.

A gestão empresarial também envolve estratégias motivacionais para os funcionários, que melhoram o ambiente de trabalho, as ferramentas usadas ou uso de feedbacks, além de treinamentos, programas de reciclagem e cursos de capacitação.

Se um restaurante de marmita fit low carb deseja melhorar a comunicação interna, deve fazer com que ela seja direta e disposta a dialogar com os colaboradores. 

Mais do que isso, é importante estimular a participação dessas pessoas nos projetos e decisões.

É fundamental elogiar desempenhos satisfatórios e apontar tudo aquilo que precisa ser melhorado, de maneira construtiva. Para estimular ainda mais a motivação, a companhia pode oferecer premiações.

RH estratégico

A gestão de pessoas também é importante para a gestão empresarial. Nesse sentido, o departamento de recursos humanos deve estar alinhado com a missão e os valores do negócio.

Portanto, mais do que melhorar a comunicação interna, trabalhar boas estratégias para o RH consiste em avaliar os métodos de contratação, gestão de ponto, pagamentos, programas de qualificação, dentre outras atividades do setor.

Controlar o fluxo de caixa

Desde o momento de abertura de empresa simples é essencial controlar o fluxo de caixa, pois dele depende a sobrevivência do negócio.

O gestor ou empreendedor precisa ter total conhecimento das entradas e saídas de dinheiro, para saber qual é a real situação financeira da companhia. 

A partir disso, ele consegue elaborar estratégias para lidar melhor com lucros e prejuízos.

Mesmo tendo em vista a importância da gestão financeira, a falta de controle continua sendo uma das principais causas de falência no Brasil.

No caso dos pequenos negócios, os empreendedores devem evitar misturar as contas pessoais com as contas empresariais, uma vez que isso afeta o controle do fluxo de caixa e a apuração dos lucros.

Essa situação pode se agravar ainda mais quando um dos sócios retira dinheiro do caixa para pagar suas contas pessoais.

Se precisar de uma consultoria financeira, não hesite em procurá-la, caso contrário, o negócio pode fechar as portas mais cedo do que você imagina.

Usar boas ferramentas

Para que a sua gestão empresarial seja impecável, usar boas ferramentas é crucial para otimizar os processos diários e garantir um controle preciso.

Existem dois instrumentos fundamentais para uma boa gestão, sendo o controle de caixa e o controle de estoque, e um sistema ERP que oferece essas funcionalidades.

Ao implantar um software de gestão, a companhia automatiza processos trabalhosos, reduz erros e falhas e traz mais agilidade para o dia a dia de trabalho.

Por meio desses sistemas, uma oficina mecânica de revisão de carros consegue ter uma visão mais ampla do negócio e melhorar as suas tomadas de decisão.

O software agiliza emissão de relatórios e permite que o gestor se antecipe a erros e descubra quais processos devem ser melhorados.

Por fim, tenha em mente que a contratação de uma ferramenta não é um gasto, mas o investimento, que inclusive pode ajudar a reduzir as despesas.

Conclusão

Resumindo, a sobrevivência de um negócio depende do nível de conhecimento em gestão empresarial do gestor ou do empreendedor. 

Mesmo que os fatores externos colaborem com os problemas, a falta de gestão costuma ser a principal causa de falência.

Neste artigo, você conheceu um pouco mais sobre esse assunto e aprendeu como colocar em prática boas estratégias de gestão para o seu negócio.

Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.

PORTALBELMONTE é um portal de notícias de Belmonte e região com mais de 20 anos de credibilidade trazemos sempre o que acontece de mais relevante para você. Telefones: (73)99954-2314 Endereço: Travessa Santo Antonio, 13 - Barrolândia - Belmonte - BA