Politica

Sem “distritão” e com volta das coligações, Câmara aprova texto-base da reforma eleitoral

Câmara dos Deputados aprovou na noite desta quarta-feira (11) o texto-base da reforma eleitoral, em primeiro turno, com a derrubada do distritão e a retomada das coligações proporcionais. A discussão do assunto, prevista para quinta (12), foi antecipada pelo presidente da Casa, Arthur Lira (PP-AL), surpreendendo os parlamentares. 

Deputados contrários ao distritão propuseram acordo para deixar no texto somente a volta das coligações, como forma de “redução de dano”. Como o PSL não havia participado das negociações, o acordo não foi aceito por Lira, que sugeriu, então, a votação do texto-base, para, depois, na análise dos destaques, retirar o distritão da proposta

Com isso, o texto-base foi aprovado em primeiro turno por 339 votos a favor, 123 contrários e cinco abstenções. O destaque do distritão, apresentado pelo PSOL, foi derrotado por 423 votos a 35 e, com isso, a medida foi retirada do texto.

O chamado “distritão puro” prevê a eleição dos candidatos que obtiverem mais votos no pleito, sem levar em conta os votos dados aos partidos, como ocorre no atual sistema proporcional.

O segundo turno da votação e a análise dos demais destaques, que podem alterar o texto, serão retomados nesta quinta-feira. A reunião está marcada para as 10h.

Volta das coligações

Como parte do acordo, o plenário recusou, por 333 votos a 149, destaque do bloco Pros-PSC-PTB e manteve no texto a volta das coligações partidárias para as eleições proporcionais (deputados e vereadores) a partir de 2022. Para entrar em vigor, a PEC precisar ser aprovada também pleo Senado antes do começo de outubro (um ano antes do pleito).

As alianças partidárias foram extintas em 2017, por meio de emenda constitucional — a disputa de 2020 foi a primeira em que vereadores não puderam concorrer por meio de coligações.

Coligações podem aumentar as chances de eleição no Legislativo, pois a quantidade de votos de cada um dos candidatos de um mesmo grupo de legendas é somada e dividida pelo quociente eleitoral (relação entre o número de votos válidos e o número de vagas). Essa união não precisa ser replicada em âmbito federal, estadual ou municipal.

Outras mudanças

Além do distritão e das coligações partidárias, outros itens da proposta foram votados como destaques, como o artigo que determina que os votos de candidatas mulheres e negras sejam computados em dobro para fins de cálculo da distribuição do Fundo Partidário e do Fundo Eleitoral que ocorrerem entre 2022 e 2030. O destaque foi aprovado pelos parlamentares.

A PEC também prevê, entre outras alterações, o adiamento das eleições em datas próximas a feriados, e a que altera a data de posse do presidente da República que, a partir de 2027, que passaria a ser realizada em 5 de janeiro, e dos governadores e prefeitos, que seriam empossados em 6 de janeiro.

Banner de propaganda da agência de sites GR3 WEB

About author

Articles

PORTALBELMONTE é um portal de notícias de Belmonte e região com mais de 20 anos de credibilidade trazemos sempre o que acontece de mais relevante para você. Telefones: (73)99954-2314 Endereço: Travessa Santo Antonio, 13 - Barrolândia - Belmonte - BA
Related posts
Politica

Cadê as mulheres na política de Belmonte

Share on Facebook Share …
Read more
Politica

Governo do Estado lança Operação Verão e amplia ações de segurança para baianos e turistas

Share on Facebook Share …
Read more
Politica

TSE inicia teste público das urnas eletrônicas para eleições de 2024

Share on Facebook Share …
Read more
Newsletter
Cadastre seu e-mail

Cadastre seu e-mail e receba nosso conteúdo exclusivo.

[mc4wp_form id="729"]

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

CleverNT: 58242 Visits Devices Code Obs Start: 2022-04-01 End: 2022-04-30 Copy the code. Paste it on the source code of your website, near the bottom, just before ex: same way you insert the google analytics script/code In case you're using banners, you also need to add the Tag: