BK2

Refinaria na Bahia: Acelen reduz em 10% o preço do diesel e da gasolina

Até a sexta-feira (1º), a gasolina cobrada pela refinaria Mataripe superava valor praticado pela Petrobras em 10%. O combustível saia do complexo baiano a R$ 4,24 o litro, R$ 0,38 a mais (cerca de 10%) do que os valores cobrados pela Petrobras, que administra as demais plantas de refino do país.

Após seis aumentos seguidos, o vlaor ultrapassa em R$ 0,28 o Preço de Paridade de Importação no porto de Aratu, em Candeias. Desde dezembro, Mataripe tem gestão previda. A Acelen pertence ao fundo árabe Mubadala.

O comparativo dos preços foi divulgado pelo UOL, por meio de dados do Observatório Social da Petrobras (OSP). No diesel s-10, o litro sai de Mataripe a R$ 5,07 – 0,56% ou 12,4% acima do montante cobrado pela estatal e R$ 0,4 superior ao PPI de Aratu.

Na média deste ano, os valores da Acelen são mais caros que os da Petrobras em R$ 0,24 (gasolina) e R$ 0,16 (diesel). No sábado passado (26), a gasolina na refinaria baiana teve o sexto aumento somente no primeiro trimestre deste ano.

Neste sábado (2), a Acelen anunciou a redução dos preços nos dois combustíveis. O litro do diesel S-10 caiu 10,5%, indo para R$ 4,53 por litro já neste sábado (2). Já o preço da gasolina comum caiu 10%, passando para R$ 3,81. Os valores menores, conforme a empresa, foi possível graças a queda na cotação do petróleo e a valorização do real frente ao dólar.

Sair da versão mobile