BK2

O artista Eliseu Cavalcante foi premiado nos Estados Unidos por seu projeto “Ser Manguezal”

O projeto “Ser Manguezal” foi inspirado no livro “Dos Homens e Caranguejos” de Josué de Castro, de 1967. De Castro foi um geógrafo, médico, escritor e ativista brasileiro contra a fome no mundo.

Em seu livro, Castro imagina os homens como caranguejos, aprendendo a andar no manguezal. Enquanto eu trabalhava nesse projeto, suas palavras não saíam da minha cabeça, e pude perceber não só essa semelhança entre o homem e o caranguejo, mas também a relação do homem com o próprio ecossistema.

Os humanos pareciam se misturar com o mangue, e era fácil imaginá-los se transformando nas raízes do mangue, nos caranguejos e na lama.

Este é um projeto de fotografia em andamento que examina aqueles que dependem do ecossistema de mangue para sobreviver e a delicada relação entre os humanos e esse ecossistema em particular.

Este projeto visa reconhecer e dar visibilidade ao trabalho dos caçadores de caranguejos dos manguezais, além de conscientizar sobre a importância dos manguezais para o meio ambiente.

Matéria copiada do facebook Conheça Belmonte
Sair da versão mobile