Fabio Pegos

Hemodiálise em paciente gravemente enfermos


A operacionalização da terapia renal substitutiva em unidades de terapia intensiva, caracterizada como hemodiálise de urgência, possui dentro da propedêutica do paciente gravemente enfermo, um suporte avançado de importância fundamental, haja visto as intercorrências hidroeletrolíticas, metabólicas, respiratórias e  sobremodo por causa da instabilidade hemodinâmica, além do rebaixamento imunológico e a predisposição de fatores de risco intrínsecos da UTI que problematiza o quadro do paciente intensivo.Decorrente do nível de complicações mais incidentes e prevalentes nas UTIS que comprometem a funcionalidade renal, a necessidade de suporte dialítico tem sido cada vez mais premente, sendo impensável a oferta de um serviço intensivo sem terapia substitutiva por meio da hemodiálise. Tal situação tem desencadeado por parte da gestão das unidades intensivas de forma obrigatória de otimização de recursos e material humano  em promover condições adequadas para a realização do suporte dialítico, tais como estrutura física, maquinário específico e complementar, além da mão de obra em nefrologia e hemodiálise. Epidemiologicamente, 70% da demanda de paciente submetidos a HD tiverem complicações clínicas, 20% são decorrentes de nuances da delicada recuperação pós anestésica ou ainda 10% referentes à gestações complicadas, grandes queimados ou pacientes com alta utilização de aminoglicosídeos. As causas externas, como traumas e perda de integridade tissular, acidentes com animais peçonhentos, ferimentos de arma branca e de fogo estão associadas aos atendimentos de urgência e emergência. Não diferentemente com o avanço das comorbidades crônicas tratáveis e decorrente do tratamento inadequado, tem acarretado complicações na funcionalidade renal cada vez mais recorrentes também favorecendo mesmo que tardiamente quadros agudizados. Os pacientes com quadros sépticos, cardíacos e oncológicos também estão entre os mais predispostos ao agravamento renal e possuem risco dialítico.  Portanto, unidades equipadas, estruturadas com equipe disponível e preparada para atuação, podem auxiliar no tratamento do paciente renal agudo.

Banner de propaganda da agência de sites GR3 WEB

About author

Articles

PORTALBELMONTE é um portal de notícias de Belmonte e região com mais de 20 anos de credibilidade trazemos sempre o que acontece de mais relevante para você. Telefones: (73)99954-2314 Endereço: Travessa Santo Antonio, 13 - Barrolândia - Belmonte - BA
Related posts
Fabio Pegos

O paciente gravemente enfermo e a disfunção múltipla de órgãos e sistemas

A caracterização do paciente gravemente enfermo, em muito propiciada pelo comprometimento renal…
Read more
Fabio Pegos

Hemodiálise em pacientes gravemente enfermos

Variados e reconhecidos fatores predisponentes estão atrelados ao prejuízo da funcionalidade…
Read more
Fabio Pegos

A propedêutica vasoativa e os rins

  As drogas vasoativas constituem uma ferramenta essencial na propedêutica de pacientes…
Read more
Newsletter
Cadastre seu e-mail

Cadastre seu e-mail e receba nosso conteúdo exclusivo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *