BK2

Fernando Diniz assume culpa por má partida do Brasil: “O maior responsável sou eu”

Após a derrota da Seleção Brasileira para o Uruguai, por 2 a 0, nesta terça-feira (17), no Estádio Centenario, em Montevidéu, o técnico Fernando Diniz concedeu entrevista coletiva onde assumiu a responsabilidade pela má partida do Brasil em jogo válido pela 4ª rodada das Eliminatórias Sul-Americanas. Essa foi a primeira derrota da Seleção após 37 jogos de invencibilidade no torneio qualificatório sul-americano. 

“O time como um todo, hoje, não foi bem na parte da criação. O jogo foi muito amarrado e muito estudado, faltou articulação, mas não por conta de um jogador ou outro. Faltou porque o time não soube construir e o principal responsável sou eu mesmo. O Neymar saiu faltando quatro, cinco minutos para terminar o primeiro tempo. No segundo, até tivemos mais um pouquinho de criação. O time do Uruguai também pouco criou. Tomamos dois gols de falhas que a gente não pode cometer. Não foi um bom jogo do Brasil e o responsável maior por isso sou eu mesmo”, comentou o treinador da Seleção.

Com o resultado, o Brasil caiu para a terceira posição das Eliminatórias com 7 pontos ganhos, atrás de Argentina e Uruguai, líder e vice-líder, respectivamente. O time do técnico Fernando Diniz foi ultrapassado justamente pelos uruguaios, que pularam para a segunda posição com os mesmos 7 pontos do Brasil, mesmo saldo de gols, porém mais gols marcados.

Após passar pela Data Fifa sem vencer (empate contra a Venezuela e derrota para o Uruguai), o Brasil volta a campo no próximo dia 16 de novembro, às 21h, contra a Colômbia, no Estádio Metropolitano de Barranquilla, pela 5ª rodada das Eliminatórias Sul-Americanas. Cinco dias depois, a Seleção recebe a Argentina, no Maracanã, às 21h30.

Sair da versão mobile