Mundo

Crise global e ‘fake news’ impulsionam protestos contra lockdowns

No Gabão, manifestações terminaram com dois mortos; instabilidade prejudica esforço coletivo

instabilidade econômica e a desinformação gerada pelas chamadas fake news são os principais motivos para os protestos contra os lockdowns, usados para conter o avanço da Covid-19 no mundo, segundo especialistas consultados pela emissora catari Al-Jazeera.

No Gabão, país de 2,1 milhões de habitantes na África Central, uma manifestação popular terminou com dois mortos na sexta-feira (19). Os populares eram contra a medida que restringiu a circulação e ampliou o início do toque de recolher para as 18h.

“É impossível. Saímos do trabalho às 17h e não chegamos antes das 20h em casa”, justificou uma das manifestantes à Reuters. A perspectiva de perder o emprego assusta mais que a explosão de casos de Covid-19, embora a pequena nação registre 130 novos casos diários desde meados de dezembro.

Segundo o FMI (Fundo Monetário Internacional), o desemprego disparou desde o início da pandemia e a recessão global foi de 4,4% em 2020. A retração econômica é a maior desde a Grande Depressão de 1930.

Desinformação

“Quando as pessoas sentem que não têm controle sobre uma situação, ou quando sentem incerteza, tendem a ficar mais angustiadas e violentas”, disse o psicólogo clínico Joshua Klapow à Al-Jazeera.

Essa sensação desperta um “instinto de sobrevivência” que deturpa a realidade. Não por acaso, a desinformação – e as fake news – ganham espaço e geram protestos em meio à pandemia da Covid-19.

Neste domingo (21), o presidente da Tanzânia, John Magufuli, reconheceu o risco do vírus após quase um ano de pandemia. O líder, populista e um dos principais chefes de Estado negacionistas, afirmou que o país não teria problemas “por meio da oração”. Ele ainda ordenou que a nação, de 60 milhões de habitantes, deixasse de atualizar os dados do vírus.

Desta vez, contudo, ele pediu que a população “tome cuidados” e use máscara, reportou a Associated Press. A mudança ocorreu após a morte do vice-governador da região semiautônoma de Zanzibar, na última semana. A causa não foi divulgada.

Banner de propaganda da agência de sites GR3 WEB

Related posts
Mundo

Descubra a Ordem Correta: Tradução Juramentada ou Apostilamento? Saiba o que Fazer Primeiro!

A globalização trouxe consigo a necessidade crescente de validar documentos estrangeiros para uso…
Read more
Mundo

O QUE SE SABE SOBRE ACIDENTE DE HELICÓPTERO QUE LEVAVA PRESIDENTE DO IRÃ

Um helicóptero que fazia parte do comboio que transportava o presidente do Irã se envolveu em um…
Read more
Mundo

Quais são as limitações de um VPS?

Ao escolher um servidor VPS Brasil barato, é fundamental estar ciente das limitações que você…
Read more
Newsletter
Cadastre seu e-mail

Cadastre seu e-mail e receba nosso conteúdo exclusivo.

[mc4wp_form id="729"]

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

CleverNT: 58242 Visits Devices Code Obs Start: 2022-04-01 End: 2022-04-30 Copy the code. Paste it on the source code of your website, near the bottom, just before ex: same way you insert the google analytics script/code In case you're using banners, you also need to add the Tag: