BK2

Após redes sociais pararem, Netflix, Telegram, operadoras e bancos também registram instabilidade

Das grandes redes sociais utilizadas, o Twitter foi a única que escapou da pane generalizada

Das grandes redes sociais utilizadas, o Twitter foi a única que escapou da pane generalizada

Após a queda das principais redes sociais, como Facebook, Instagram e Whatsapp, o Telegram e outros sites e serviços também estão sofrendo instabilidade. Entre elas estão as principais redes de streaming, operadoras telefônicas brasileiras e serviços bancários.

Passaram a registrar oscilações nesta segunda-feira (4) os aplicativos do Google; as redes de streaming de filmes e músicas Netflix e Spotify; assim como operadoras telefônicas Claro, Vivo e Tim. Além disso, operações de bancos como Nubank e PagBank estão com registro de instabilidade.

De acordo com o site DownDetector, que monitora problemas e quedas de serviços em tempo real, houve um aumento exponencial de relatórios de usuários indicam problemas com Telegram a partir das 12h45. Praticamente no mesmo horário, desde as 12h23, os outros sites, e serviços registraram o mesmo problema.

Das grandes redes sociais utilizadas, o Twitter foi a única que escapou da pane generalizada. Diante disso, a direção da rede aproveitou para tirar um sarro das demais. A empresa usou sua própria conta para brincar com o fato que todo mundo estava contectado na rede neste momento. “Olá, literalmente a todos”, diz a postagem.

Sair da versão mobile