Fabio Pegos

A interface pulmão e rim

Indubitavelmente, qualquer processo patológico que comprometa a funcionalidade dos pulmões e dos rins, irá concomitantemente alterar o equilíbrio ácido básico, funcionalidade essa coordenada pelos rins e um dos aspectos de monitoramento de gravidade mais relevantes de pacientes hemodinamicamente instáveis em ventilação assistida em unidades de terapia intensiva.  A ventilação mecânica constitui fator de risco para a problemática renal insinuando lesão renal aguda associada ao quadro de septicemia em especial em infecções de tubo orotraqueal pela alta manipulação e demasiado tempo de uso na internação prolongada na UTI.A necessidade de suporte ventilatório é um dos aspectos prioritários na propedêutica de remediação da insuficiência respiratória, e em especial na atualidade, decorrente do quadro infeccioso induzido pelo Sars-cov-2 , quer seja no foco parenquimatoso ou sistêmico, propicia o comprometimento potencializado da função respiratória, quer seja decorrente da  função renal comprometida agudamente independente de ser ocasionada pela covid-19 ou não irá trazer reverberações danosas à função respiratória como efeito, por exemplo, do descontrole hidrostático comprometendo o interstício com o quadro de edema, além de favorecer à congestão pulmonar e o risco de edema agudo. Quando se estadia as complicações e seu devido manejo, se constata que a remediação aguda do paciente renal tem no aspecto respiratório mais preponderância, haja visto que quando se pensa nas intervenções frente à desnutrição e anemia,  mais facilmente abordadas e corrigidas, graças aos recursos existentes, nos fazendo pensar que a sobrecarga hídrica, a hipervolemia, hipoxemia e hipercapnia tenham um impacto sobremodo expressivo na hemodinâmica, como igualmente na estrutura e funcionalidade renal.   É notório e preocupante constatar que o percentual de pacientes intensivos evoluam para o comprometimento renal e por conseguinte necessitem de terapia renal substitutiva e o percentual ainda mais acentuado destes precisem de suporte ventilatório, fazendo a associação de LRA e VM uma interface delicada para o índice de morbimortalidade se mantenha expressiva em UTI. A elevação da pressão intra abdominal tem associação com a severidade do déficit da função pulmonar dificultando o êxito da ventilação mecânica, além de também estar associada ao comprometimento da função renal em decorrência da baixa na perfusão renal. 

Banner de propaganda da agência de sites GR3 WEB

About author

Articles

PORTALBELMONTE é um portal de notícias de Belmonte e região com mais de 20 anos de credibilidade trazemos sempre o que acontece de mais relevante para você. Telefones: (73)99954-2314 Endereço: Travessa Santo Antonio, 13 - Barrolândia - Belmonte - BA
Related posts
Fabio Pegos

Comprometimento renal em pacientes com câncer

A caracterização da lesão renal aguda de fundo pós-renal tem no espectro das complicações…
Read more
Fabio Pegos

Comprometimento renal em pacientes com câncer

Comprometimento renal em pacientes com câncer Indubitavelmente, a lesão renal aguda figura…
Read more
Fabio Pegos

Efeito farmacológico das drogas vasoativas nos rins diante da hipotensão grave

A priori a empregabilidade das drogas vasoativas está indicada para pacientes hemodinamicamente…
Read more
Newsletter
Cadastre seu e-mail

Cadastre seu e-mail e receba nosso conteúdo exclusivo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *