Diversas

6 dicas para cuidar das plantas no inverno

Muitas vezes, associamos a primavera com a estação das flores e plantas, e o inverno ao frio estéreo e sem vida, mas isso não é necessariamente verdade. Com os cuidados corretos é possível manter jardins, canteiros e hortas completamente saudáveis.

Para quem mora em casas com muito espaço, mais afastadas dos grandes centros, ou mesmo para pessoas que vivem em apartamentos com sistema de monitoramento por cameras para condominios, podem usufruir das vantagens de cultivar plantas o ano todo.

A qualidade de vida desses vegetais durante a estação mais fria do ano depende muito de como os cuidados são realizados. 

No Brasil, contamos com diversas temperaturas no inverno, inclusive, na região norte e nordeste essa estação tende a ser mais seca. Mas conforme descemos à caminho do sul do país, a tendência é que o frio seja mais intenso e úmido.

Deste modo, as plantas de um espaço devem ser escolhidas de acordo com as condições desse ambiente e uma série de outros fatores, e isso vale tanto para pequenos jardins como para maiores, como projeto paisagismo, além de:

  • Espaço do ambiente;
  • Incidência de luz solar; 
  • Ventilação; 
  • Umidade relativa do ar; 
  • Qualidade do solo; 
  • Temperatura.

Como e quando as plantas são afetadas pela luz solar é uma questão fundamental para o seu desenvolvimento, pois quando falta ela pode acabar morrendo, mas, em excesso, pode acabar queimando as folhas.

A ventilação se une à umidade relativa do ar em um conjunto que pode mudar completamente a qualidade de vida das plantas. Além da hidratação do solo, a umidade do ar é essencial para que esse ser vivo aproveite a água.

A qualidade do solo engloba a quantidade de nutrientes, a vazão de água e a textura que possibilita que as raízes se firmem e cresçam. Adubar corretamente vai evitar que a planta se fragilize, e que mesmo em condições adversas, haja crescimento e fortalecimento.

O processo de adubagem é bem parecido com o de uma comida pronta saudável para as pessoas: o segredo está nos ingredientes. Logo, a preparação de um bom adubo está relacionada aos nutrientes e vitaminas que as plantas precisam para se fortalecer.

A ventilação muito intensa pode prejudicar a estrutura desse ser vivo, atrapalhando o crescimento e danificando os caules.

Contudo, é preciso diferenciar quando uma planta estará em um jardim espaçoso ou em uma varanda, dividindo espaço com uma tela proteção gatos e jardins maiores. 

Essa questão vai interferir tanto na quantidade de terra que a planta tem para se desenvolver, quanto no espaço para as folhas.

É importante ressaltar ainda que boa parte do país sofre com alterações de temperatura drasticamente, mesmo fora do período de inverno. Deste modo, é possível tomar algumas medidas para mitigar os impactos de frentes frias nas folhagens.

O frio também é menos agressivo com pragas, bactérias e outros agentes nocivos às plantas. Nessa estação do ano, é ideal que se troquem vasos e sejam realizadas vistorias nos terrenos em que as plantas estão posicionadas.

Para moradores de condomínio que possuem os serviços terceirizados de manutenção predial, é importante que seja cobrado que esses profissionais verifiquem as plantas do condomínio, já que essas podem contaminar até as domésticas.

A temperatura durante o inverno nem sempre é o maior problema, mas a depender do tipo de vegetal, a queda brusca de temperatura pode ser letal. Em temperaturas muito baixas, existem os riscos de congelamento das folhagens e geadas que danificam as folhas. 

Por que redobrar a atenção durante o inverno?

O inverno é a estação em que as plantas são mais danificadas, isso porque o frio pode ser extremamente agressivo com elas. Essa fragilidade interfere diretamente no crescimento, desenvolvimento e no processo reprodutivo desses seres vivos.

A estrutura das plantas é feita 80% de água e outros fluidos, o que faz com que elas sejam extremamente vulneráveis ao frio, em especial as espécies tropicais e de caules e folhas finas.

Os riscos do frio para as plantas estão relacionados ao congelamento de seus fluidos internos. Quando isso ocorre, as células as desidratam, até sua morte. As geadas, por sua vez, cobrem os receptores de luz solar, dificultando a fotossíntese.

Mesmo que a temperatura não esteja tão baixa, quando os ventos estão intensos, a temperatura percebida no ambiente cai. Idealmente, a grande maioria das plantas pode suportar entre 10° C e 12° C, sendo que as tropicais e mais sensíveis, entre 20 a 22° C. 

Como cuidar das plantas em climas frios

Existem várias medidas que podem ser notadas para que as plantas resistam à estação mais fria do ano. Para ajudar nos cuidados com as plantas, contar com areia fina para reboco também é uma boa opção, mas é possível driblar as danificações ao seguir algumas dicas:

1 – Colocar para dentro de casa

No caso de plantas suspensas e vasos, é possível posicioná-las dentro de casa, onde o frio é menos intenso. Mas é importante ressaltar que elas ainda precisam ter acesso à luz solar.

Portanto, faça uma limpeza no vaso, retire pontos já danificados das plantas e comece a organizá-las próximas às janelas.

É fundamental estar atento à temperatura das janelas, pois a depender do material, o frio tende a afetar a planta mesmo com o ambiente fechado. 

2 – Cobertura morta

De forma espontânea, a natureza cria mecanismos que defendem os organismos dos riscos do ambiente. A estação anterior ao inverno é o outono, quando as plantas se renovam. As folhas deixadas no chão ajudam na resistência da planta durante a estação mais fria.

Essa estrutura pode ser adaptada para uma técnica chamada cobertura morta, que trata-se de cobrir o solo com folhas secas, que evitam que a troca de temperatura entre o solo e o ambiente afete a vegetação.

Portanto, para que o vento não destrua a cobertura, uma pedra para construção pode ser utilizada sobre as folhas. 

3 – Cobertor para plantas

A necessidade de luz e ar para as plantas é muito maior durante o dia, por isso, no decorrer da noite, uma sugestão é cobrir algumas espécies de plantas para que elas sobrevivam às temperaturas mais baixas durante o período noturno.

Essa questão interfere principalmente em plantas tropicais, mais sensíveis às quedas bruscas de temperaturas, bem como às plantas externas, para evitar a formação de geadas e a ação dos ventos.

4 – A rega durante o inverno

É necessário se atentar à maneira, horário e quantidade que regamos as plantas, principalmente nos períodos mais frios. Nem todas as pessoas conhecem essa informação e até funcionários de empresa de zeladoria e portaria erram em alguns detalhes.

Primeiramente, é necessário se atentar aos horários, sendo que o ideal é que seja feito pela manhã.

Por mais que a fotossíntese seja a absorção de luz solar, a água é o combustível desse processo e para que ele ocorra da melhor forma sem desperdício de água, a planta precisa passar a maior parte do dia hidratada.

Hidratar a planta matutinamente também vai evitar a proliferação de pragas, que aproveitam da umidade e da falta de luz durante a noite para se proliferar.

É fundamental que não se regue as folhas, pois com a sua estrutura molhada, as folhas sofrem mais severamente às frentes frias. O ideal é que o solo seja regado para que a água chegue na planta através das raízes.

5 – Cuidando de jardins e hortas

Com um espaço maior dedicado às plantas, é possível pensar em maiores estruturas para cuidar das plantas para combater o frio de forma eficiente, também pensando na iluminação artificial com aquecimento e a criação de estufas.

Por mais que essa medida precise de um investimento a mais, eles são extremamente eficientes.

6 – Atenção ao podar

O inverno é a estação do ano em que as plantas vão crescer menos, ou seja, se desenvolverão com menos agilidade. 

Quando esse processo ainda sofre com uma poda exagerada, pode ocorrer a falta de células que possibilitam o vegetal de fazer a fotossíntese.

Considerações finais

As plantas estão no nosso cotidiano, trazendo uma série de benefícios. Principalmente nos dias mais frios, onde a umidade é reduzida e a poluição se condensa mais no ar, elas cumprem um papel fundamental, mas também precisam de cuidados.

Essa cautela pode mudar de acordo com a espécie da planta, mas, em geral, estão relacionados à melhor forma de mantê-la aquecida e distante dos ventos frios.

É possível garantir a sobrevivência desse ser vivo de muitas formas, desde ajudar a natureza no processo de cobertura morta, cobrindo as plantas, até a construção de estufas com iluminação adequada para solucionar o problema.

O frio ensina como cuidar das plantas ao longo do ano todo, já que nesse período a atenção à poda e ao adubo são ainda mais importantes, por se tratar da estação em que as folhas estão mais vulneráveis.

O cuidado mais básico, que é regar as plantas, torna-se muito mais rígido durante o inferno, e exagerar na quantidade de água ou regar as folhas pode fazer com que ela sofra mais durante os dias mais gélidos.

Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.

Banner de propaganda da agência de sites GR3 WEB

About author

Articles

PORTALBELMONTE é um portal de notícias de Belmonte e região com mais de 20 anos de credibilidade trazemos sempre o que acontece de mais relevante para você. Telefones: (73)99954-2314 Endereço: Travessa Santo Antonio, 13 - Barrolândia - Belmonte - BA
Related posts
Diversas

Os benefícios de utilizar a panela de ferro

Share on Facebook Share …
Read more
Diversas

Como a garrafa térmica feita de inox mantém a temperatura da sua bebida?

Share on Facebook Share …
Read more
Diversas

Qual a importância do Marketing para uma empresa? - Confira em detalhes!

Share on Facebook Share …
Read more
Newsletter
Cadastre seu e-mail

Cadastre seu e-mail e receba nosso conteúdo exclusivo.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

CleverNT: 58242 Visits Devices Code Obs Start: 2022-04-01 End: 2022-04-30 Copy the code. Paste it on the source code of your website, near the bottom, just before ex: same way you insert the google analytics script/code In case you're using banners, you also need to add the Tag: