Marketing Digital

4 dicas para guardar dinheiro

Guardar dinheiro é um assunto muito em pauta hoje em dia, devido às inúmeras crises financeiras pelas quais o Brasil vem passando. 

Na verdade, a recessão econômica ameaça o mundo todo diante de tantas situações.

Ter uma reserva financeira é fundamental para sobreviver aos imprevistos, alcançar objetivos, realizar sonhos, dentre outras possibilidades. Só que na prática não é fácil fazer isso.

Todo mês, as pessoas precisam separar uma parte do dinheiro para colocar na poupança ou fazer um investimento, mas além das tentações diárias, o acúmulo de contas impede essa possibilidade.

É nesse momento que muitos desistem de melhorar a vida financeira e organizar o próprio orçamento. 

Entretanto, quanto mais economizamos e guardamos dinheiro, menos precisamos trabalhar e mais seguro será o futuro.

Só que podemos contar nos dedos quantas pessoas que conhecemos que fazem isso. A maioria tem pressa e prefere se endividar do que guardar a quantia que precisa para comprar o que deseja. E com isso as dívidas surgem e se acumulam.

Se você já está cansado dessa bola de neve, não deixe de ler este artigo até o final. Vamos explicar a importância de guardar dinheiro e dar algumas dicas para começar a fazer isso hoje mesmo.

Importância de guardar dinheiro

Guardar dinheiro é importante para evitar perrengues financeiros e imprevistos que podem descarrilar a saúde financeira da família. E o segredo para fazer isso é muito simples: basta guardar uma quantia todos os meses.

Respeitar o orçamento e não gastar todo o salário facilita e equilibra as finanças pessoais, além de evitar surpresas. 

Sem falar que a economia ajuda a criar uma reserva de emergência, que poderá ser usada quando realmente for necessário.

Por exemplo, o bebê de um casal que fica em um berçário e educação infantil terá mais segurança se ficar doente ou se o carro tiver algum problema, a reserva financeira paga pelo conserto.

São vários os imprevistos que acontecem e que dependem de dinheiro, e dentre os mais comuns estão:

  • Despesas médicas;
  • Conserto de máquina de lavar;
  • Compra de um celular novo;
  • Socorrer um familiar.

Só que além de lidar melhor com essas situações inesperadas, a reserva financeira também ajuda a fazer uma viagem, começar a faculdade, trocar de carro, fazer uma bela festa de casamento, dentre outras possibilidades.

Tudo isso requer dinheiro e para cobrir todas as despesas, é fundamental reservar uma quantia que não prejudique o seu orçamento.

Mas, por que é tão difícil guardar dinheiro?

Infelizmente, o brasileiro não tem uma boa educação financeira, ao contrário de alguns países que ensinam essa pauta desde a infância.

Apesar de não fazer parte da nossa cultura, muitos estão dispostos a mudar esse comportamento.

Um exemplo disso são os profissionais que preferem investir em um aluguel de escritório virtual ao invés de alugar um escritório físico. Além de ser mais econômico, é compatível com a realidade tecnológica de hoje.

Mas, não são todos que agem dessa forma, e é exatamente por isso que vemos constantemente nos jornais muitas notícias relacionadas ao endividamento, e tudo isso é proveniente da maneira como lidamos com as finanças.

Apesar de saberem da importância de guardar dinheiro, muitos simplesmente não se incomodam com o hábito de não poupar. Isso também é fruto da falta de educação financeira juntamente com o hábito de gastar muito.

As pessoas começam a ter muita dificuldade para economizar, o que vai gerar impactos na rotina e no padrão de vida. 

Cortar gastos supérfluos é muito complicado para algumas pessoas, por exemplo, deixar de comer fora toda semana.

Tudo isso requer uma drástica mudança nos hábitos e no comportamento, e para te ajudar nesse sentido, no próximo tópico, trazemos algumas dicas.

Como começar a guardar dinheiro?

Guardar dinheiro é um processo que requer disciplina, dedicação e atenção ao orçamento. E existem algumas dicas que vão ajudar a economizar e fazer uma reserva financeira com mais facilidade. São elas:

1.    Escolher como vai guardar o dinheiro

Assim como as empresas de gerenciamento de frota caminhões, as pessoas também precisam escolher de que forma vão guardar seu dinheiro, ou seja, onde ele será aplicado.

Escolher um destino adequado é fundamental para evitar que a quantia perca o seu poder de compra. A inflação interfere muito nesse quesito, e para se proteger dela, a escolha precisa ser bem assertiva.

Podemos observar isso no dia a dia quando vamos ao supermercado. Se você quer comprar um produto que neste mês está custando dez reais, no mês que vem pode ser que ele esteja valendo doze reais.

Esse aumento é o que faz o dinheiro perder o poder de compra, por isso, precisamos fazê-lo render para que sempre seja capaz de comprar, mesmo diante de uma crise.

A poupança não é uma escolha inteligente para quem quer fazer o dinheiro render. Por isso, em um caderno anotações personalizado, coloque todas as opções de investimento que você achar interessante.

Compare todas elas com as suas possibilidades e necessidades e dê um destino certeiro para o seu dinheiro.

2.    Estabelecer uma quantia

Agora que você já sabe para onde vai mandar o dinheiro, chegou o momento de definir o quanto vai poupar todos os meses.

Seja realista nessa definição porque se você jogar o valor lá em cima, em algum momento vai precisar do dinheiro e isso vai te frustrar.

Para determinar a quantia, leve em consideração o seu objetivo, ou seja, uma razão plausível para aguardar o dinheiro todo mês.

No caso de uma empresa, ela pode poupar para pagar pelos serviços de assessoria contábil e tributária à vista, assim que começar o novo ano.

As pessoas podem ter outros tipos de objetivos, como fazer uma viagem, dar entrada em um imóvel próprio, trocar de carro, pagar o financiamento da faculdade e assim por diante.

Para alcançar o objetivo, precisamos criar metas, que neste caso é a quantia que você vai guardar todos os meses. Vamos supor que você queira fazer uma viagem Internacional que custe X.

Você quer fazer a viagem daqui a 2 anos, então pegue o custo total do seu objetivo e de vida por 24, que é o número de meses que você vai guardar dinheiro. O resultado é o quanto você precisa colocar na poupança e tirar do seu salário.

3.    Saber usar o cartão de crédito

O cartão de crédito é um facilitador e pode ajudar numa emergência, por exemplo, quando o pneu do carro fura e a pessoa não tem dinheiro com ela.

Fora isso, é um risco, principalmente para quem tem o hábito de pagar o cafezinho na padaria, a cervejinha da sexta-feira, uma peça de roupa inocente e assim vai.

O cartão de crédito pode ser usado por uma viúva para comprar um caixão de luxo para o marido, ou até mesmo para você comprar uma TV, mesmo assim, é mais inteligente economizar e juntar o valor daquilo que você quer comprar.

Passar o cartão é um caminho fácil para perder o controle das despesas e para evitar que isso aconteça, e comece a pagar tudo o que você compra no dia a dia no cartão de débito.

O pagamento à vista não acumula gastos para o próximo mês e tudo o que você gastou hoje, vai voltar para o seu bolso no próximo mês.

4.    Fazer compras conscientes

Você já parou para analisar quantas compras desnecessárias fez nas últimas semanas? E nos últimos meses?

Uma coisa é pagar pelos serviços de um contador que vai cuidar de todo o processo de abertura de empresa e outra é simplesmente não resistir a um par de sapatos que você viu no shopping.

Os gastos por impulso são mais comuns do que se imagina, mas eles levam as pessoas a comprarem coisas que elas não têm a menor necessidade, e a única coisa que conseguem com isso é mais dívida.

O consumo consciente previne contra o endividamento e colabora com várias questões sociais. 

Por exemplo, uma pessoa que compra roupas em excesso só aumenta a quantidade de lixo no meio ambiente e, algumas vezes, com a mão de obra escrava.

Tenha consideração com o seu dinheiro e mantenha-o perto de você. Isso evita gastos desnecessários e você terá a quantia necessária para coisas mais importantes, como instalação e manutenção elétrica em uma reforma.

Considerações finais

Portanto, as pessoas precisam entender a importância de cuidar bem do próprio dinheiro, depois tudo nesse mundo depende dele. Sem dinheiro muitos problemas aparecem, inclusive os de saúde.

Guardar dinheiro evita surpresas desagradáveis e preocupações quando os imprevistos acontecem. Além disso, é o melhor caminho para realizar sonhos e alcançar objetivos.

Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.

Banner de propaganda da agência de sites GR3 WEB

About author

Articles

PORTALBELMONTE é um portal de notícias de Belmonte e região com mais de 20 anos de credibilidade trazemos sempre o que acontece de mais relevante para você. Telefones: (73)99954-2314 Endereço: Travessa Santo Antonio, 13 - Barrolândia - Belmonte - BA
Related posts
Marketing Digital

Melhores casas de apostas esportivas: Guia atualizado para 2023

Share on Facebook Share …
Read more
Marketing Digital

A Verdade Sobre Comprar Seguidores no Instagram: Riscos e Alternativas Autênticas

Share on Facebook Share …
Read more
Marketing Digital

Personalização e segmentação: como utilizar recursos de comunicação omnichannel para melhorar o LTV

Share on Facebook Share …
Read more
Newsletter
Cadastre seu e-mail

Cadastre seu e-mail e receba nosso conteúdo exclusivo.

[mc4wp_form id="729"]

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

CleverNT: 58242 Visits Devices Code Obs Start: 2022-04-01 End: 2022-04-30 Copy the code. Paste it on the source code of your website, near the bottom, just before ex: same way you insert the google analytics script/code In case you're using banners, you also need to add the Tag: