Acidentes

Cupins estão entre as pragas que causam mais destruição

Dedetização é essencial para manter móveis e residências longe da deterioração

Boa parte das pessoas quer distância de insetos, mas a realidade é que eles podem estar bem mais perto do que se imagina. Cupins, por exemplo, são pequenos animais que, silenciosamente, alojam-se em móveis e outros objetos da casa. Quando são percebidos, costuma ser tarde demais.

Segundo a Universidade Estadual Paulista (Unesp), no Brasil há cerca de 300 espécies diferentes de cupins. Nas áreas urbanas, os mais comuns são os Coptotermes gestroi e Cryptotermes brevis — os famosos “roedores de madeira”. Embora pareçam inofensivos, eles são responsáveis por grandes estragos em uma residência, por isso considerados duas das maiores pragas urbanas da atualidade.

Conhecer os primeiros sinais de infestação de cupins é essencial para impedir a destruição do patrimônio. Detalhes como farelo de madeira próximo aos móveis e pequenos furos nos objetos podem ser indícios de que os insetos já entraram em ação. Ao perceber sua presença, é fundamental realizar a descupinização do ambiente com empresas especializadas.

Atenção aos sinais de uma infestação

Cupins são insetos silenciosos, que vagam à procura de alimento dentro de uma propriedade. Ainda segundo a Unesp, o principal alvo dessas pragas é a madeira, mas elas também destroem compensados, papelão, papel, tecidos de algodão, plantas vivas e bambu.

Móveis, objetos e até mesmo vigas confeccionadas com madeira correm risco de deterioração por cupins. Além do prejuízo financeiro, há também riscos mais sérios quando os cupins se instalam na estrutura de um imóvel.

Antes de acionar uma empresa especializada na descupinização, é importante que o morador saiba reconhecer os primeiros sinais da presença desse inseto.

Asas de cupim pelo chão

Durante a revoada, cupins passam dias voando próximos a lâmpadas e outros focos de luz. No final desse período, os insetos perdem as suas asas e procuram por locais propícios para criar a nova colônia.

Em uma casa, podem povoar mesas, armários, prateleiras e qualquer outro item confeccionado com madeira. Encontrar asas de insetos pelo chão da residência pode significar que existam cupins iniciando uma infestação.

Uma das medidas que podem ajudar a minimizar o problema é fechar portas e janelas durante o período de revoada. No Brasil, ele costuma acontecer durante a primavera-verão.

Farelo próximo aos móveis

É comum encontrar farelos parecidos com serragem próximo a móveis e achar que não há nada de errado, mas esses resíduos podem ser um sinal da presença de cupins na residência.

Embora não pareçam, esses farelos são, na verdade, excrementos da infestação. A presença desses detritos evidencia a presença dos insetos nos móveis, pois eles só aparecem quando a colônia já está formada.

Caso haja dúvida se os “farelos” são ou não resíduos deixados pelos cupins, chame uma empresa especializada para realizar uma inspeção técnica.

Furos nos móveis

Outra característica que pode ajudar a identificar se há cupins na residência são os pequenos furos nos móveis e objetos da casa. Esse é um sinal claro de que os insetos já se instalaram e começaram a deteriorar o material.

Cabe ressaltar que cupins não corroem apenas madeira. Portanto, também é importante analisar a presença de furos em outros objetos confeccionados com celulose e tecido.

Descupinização é a saída

A melhor forma de controlar a manifestação dos cupins é por meio de serviços de descupinização. Uma empresa dedetizadora de baratas também auxilia nesse trabalho, pois costuma oferecer auxílio para combater outros insetos.

Geralmente, a dedetização é contratada quando os animais já estão alojados na residência, mas o trabalho também pode ser feito para prevenção. Nesse caso, os profissionais inspecionam todos os pontos da casa e atuam com medidas protetivas em cada cômodo.

A importância de atuar ao lado de empresas especializadas é que os técnicos sabem quais medidas tomar dependendo do espaço ou objeto. A técnica utilizada em um armário, por exemplo, difere da aplicada nas paredes.

Além disso, há diferentes métodos para combater os cupins. A descupinização localizada, por exemplo, é restrita à área afetada e usa produtos específicos para remover a infestação.

Já a descupinização com barreira química é utilizada quando os cupins são subterrâneos. Nesse caso, os profissionais injetam produtos no solo, teto e paredes para bloquear a entrada de mais insetos.

A descupinização com tratamento em madeiramento é o método mais comum, pois remove os bichos e trata as áreas afetadas ou com potencial de infestação.

Por fim, há a descupinização com tratamento de conduítes, que consiste em adotar técnicas específicas para retirar os insetos. Isso porque os conduítes levam os cupins a diferentes estruturas do imóvel, sendo uma área sensível para acesso com a presença de fios e tomadas. Na maioria das vezes, os técnicos utilizam produtos químicos em pó para afastar a presença das pragas no local.

Banner de propaganda da agência de sites GR3 WEB

About author

Articles

PORTALBELMONTE é um portal de notícias de Belmonte e região com mais de 20 anos de credibilidade trazemos sempre o que acontece de mais relevante para você. Telefones: (73)99954-2314 Endereço: Travessa Santo Antonio, 13 - Barrolândia - Belmonte - BA
Related posts
Acidentes

Ônibus da Brasileiro pega fogo no Centro de Belmonte

Share on Facebook Share …
Read more
Acidentes

Segurança Residencial: Instale Redes nas Janelas para Proteção Efetiva

Share on Facebook Share …
Read more
Acidentes

Bahia Urgente: Grave acidente entre caminhão e ônibus deixa 24 mortos na BR-324

Share on Facebook Share …
Read more
Newsletter
Cadastre seu e-mail

Cadastre seu e-mail e receba nosso conteúdo exclusivo.

[mc4wp_form id="729"]

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

CleverNT: 58242 Visits Devices Code Obs Start: 2022-04-01 End: 2022-04-30 Copy the code. Paste it on the source code of your website, near the bottom, just before ex: same way you insert the google analytics script/code In case you're using banners, you also need to add the Tag: