Saúde
Publicada em 16 de Janeiro de 2018 ás 12:30:38

OMS inclui todo o estado de São Paulo em área de risco de febre amarela

A Organização Mundial da Saúde (OMS) passou, nesta terça-feira (16), a considerar todo o estado de São Paulo como área de risco de febre amarela.

Segundo o secretariado da entidade, a decisão foi tomada "considerando o aumento da atividade do vírus" observado na região.
 
"Consequentemente, a vacinação contra a febre amarela é recomendada para viajantes estrangeiros que visitem qualquer área no estado de São Paulo", diz a OMS, em comunicado.
 
O que mudou
Antes: Até então, a OMS recomendava que viajantes tomassem a vacina contra a febre amarela para áreas de risco do estado de São Paulo, que não incluia a capital paulista e boa parte do interior, além de outros estados do Brasil.
 
Agora: A recomendação da OMS passa a valer para todo o estado de São Paulo, incluiindo a capital paulista.
 
Nesta terça-feira 916), o governo de São Paulo anunciou que a vacinação fracionada contra a febre amarela em 54 municípios do estado será antecipada para o dia 29 de janeiro. Anteriormente, o governo havia anunciado que a aplicação das doses seria realizada a partir do dia 3 de fevereiro.
 
A entidade aconselha também quem vai viajar para o estado a adotar medidas para evitar picadas de mosquitos, fique atento para os sintomas da doença e procure atendimento durante ou após a visita, em caso de suspeita da doença.
 
"A determinação de novas áreas consideradas de risco de transmissão de febre amarela é um processo contínuo, e atualizações serão fornecidas regularmente", diz a OMS.
 
Por enquanto, o Ministério da Saúde incluía apenas o oeste do Estado de São Paulo como área de risco. O G1 aguarda um retorno da pasta sobre a decisão da OMS.
 
Até esta terça-feira (16), a recomendação do governo do estado e da Prefeitura de São Paulo era que somente as pessoas que residem nas áreas de risco, regiões perto de matas em que foram encontrados macacos mortos com o vírus da febre amarela, tomassem a vacinação convencional. As demais pessoas, que vivem fora da área de risco, devem esperar o início da vacinação fracionada.
 

Redação BK2 com informações do G1

 
Publicada em 16 de Janeiro de 2018 ás 12:30:38
Outras Notícias de Saúde
22 de Fevereiro de 2018 ás 20:42:44
22 de Fevereiro de 2018 ás 10:56:18
21 de Fevereiro de 2018 ás 08:58:26
14 de Fevereiro de 2018 ás 21:38:10
02 de Fevereiro de 2018 ás 09:52:09
Big Brother Brasil
Cidades
Música
Empregos e Concursos
Economia
Carnaval
Natal
Copa 2014
Olimpíadas 2016
Mundo Rock
São João da Bahia
Radar
Mundo Gospel
Quentura
Jogos BK2
Cursos 24 horas
 
Jogue Grátis
Cursos 24 horas
Compras On-line