Blog da Ponce
Por Laís Ponce

Publicada em 15 de Janeiro de 2017 ás 13:24:54

Entregando o coração

... E então passou uma semana e fomos fazer a ultrassom, e foi então que descobri que logo eu, dona dos argumentos, blogueira, tagarela, me calei diante daquele pulsar!

Estava lá, parecia até um cavalo marinho! Rs...

O cavalo marinho mais lindo que já vi. E uma música descreveu exatamente o que eu senti naquele momento: "Ouvir seu coração pela primeira vez, deu nova pulsação pro meu coração, saber que você estava bem ali, me deu razão pra sorrir." E meu noivo com os olhos cheios de lagrimas de amor me fez crer que já éramos uma família e que Deus só tinha me dado um presente pra ser grata.

Saí daquele consultório apaixonada por aquele grãozinho, mais apaixonada ainda pelo meu noivo e futuro marido, pai do meu bebê.

Saindo de lá, o nosso frutinho já tinha nome se fosse menina ou menino, Já tinha padrinhos e os avós mais apaixonados desse mundo, e ao meu redor só tinha amor! e dentro de minha agora tinham dois corações.

Eu estava com apenas 5 semanas de gravidez. (Descobri muito cedo, pois tomava remédio, então ao intervalo do anticoncepcional a menstruação não descer, descobri logo, o que aconteceu foi uma inflamação de garganta e uso de antibióticos muito fortes que anularam o efeito do anticoncepcional, então meninas, se vocês não estão querendo ter um bebê por agora, fica mais essa dica!);

Então eu estava com essa pessoinha em mim há 5 semanas e meu coração parecia que ia explodir de tanto amor!

 

Por Laís Ponce

O BK2 não se responsabiliza pelos comentários emitidos pelos BLOGUEIROS. As opiniões, conclusões e afirmações não manifestam a opinião do portal BK2.


Publicada em 09 de Agosto de 2016 ás 23:14:51

Consequência!

Queria dizer que eu conheci homens fiéis. Já conheci românticos, sonhadores, homens que se doaram muito mais na relação. Vi homem chorar por mulheres que nunca mereceram, vi a mulherada vacilando feio, iludindo, brincando com quem não merecia. Já vacilei também, nunca fiz as coisas por mal, mas já fiz mal, ainda que sem querer. O ser humano é egoísta, independente de sexo. Pessoas usando pessoas, relações sem nenhum laço. Eu já vi homens que ignoravam as investidas de meninas lindas, por amor. Eu vi, ninguém me contou.

Canso de ouvir que sou uma feminista barata, mas eu passo longe disso. Sou justa. Admiro mulheres e homens, desde que saibam se portar como mulheres e homens. Odeio hipocrisia, covardia, submissão. Odeio quem ouve um idiota falar alguma besteira na padaria, acha legal e sai repetindo isso com toda a certeza de que é uma verdade absoluta. Não defendo um sexo, defendo o amor, valores. Me dói demais ver mulheres incríveis aturando um cara grosso e idiota, que não dá a mínima pra ela, só porque ela precisar estar junto a alguém. Queria que, de alguma forma, todas entendessem que felicidade não é ser dois, é ser. Queria que todas se vissem como eu as vejo, que todas entendessem o quão são especiais e agissem de acordo com isso, pensassem que alguém estar com elas não é um favor, é sorte.

Também me dói ver homens sensacionais desacreditando com facilidade da ideia de ser feliz com alguém, só porque tentou com um alguém muito errado e teve o efeito contrário. Escrevo porque, apesar dos dias difíceis, quase impossíveis, eu acho que ninguém merece viver de portas fechadas, se afundando em si mesmo e em mágoas passadas. Mulheres culpando e criticando os homens, os homens culpando e criticando as mulheres, todo mundo se fechando pra não sofrer e o amor ficando sem espaço pra entrar. Porque se fechar é uma opção, mas você se fecha pra dor e pra felicidade também, isso é uma consequência.

Por Laís Ponce

O BK2 não se responsabiliza pelos comentários emitidos pelos BLOGUEIROS. As opiniões, conclusões e afirmações não manifestam a opinião do portal BK2.


Publicada em 04 de Junho de 2016 ás 18:58:26

Sobre o dia dos namorados

 
Me falaram assim: Eita, Laí. Dia dos namorados chegando, você noiva, esse texto vai ser "o texto", já que deve estar inspirada.
Outra, simplesmente me pediu para postar o texto dias antes para poder "se inspirar" rs. Então, pensando nisso, o texto de hoje não é só mais um texto romântico para o dia dos namorados. É mais uma dica, isso, uma dica.
 
Meninas, meninos, o dia dos namorados é a celebração do amor. Ok, devemos celebrar e alimentar o amor todos os dias senão, ele morre, de fome, de tédio... Porém, sem dúvidas essa data, 12/06 é a mais popular entre todas as outras datas para os amantes. Então, celebre o amor e não o comércio.
 
Do que adianta comprar AQUELE bouquet de R$ 100,00 de rosas vermelhas com bombons e ursinhos, se no seu WhatsApp você não se lembra dela ao paquerar outras meninas?
 
Do que adianta gastar metade do seu salário, moça... Em um perfume caro, naquele relógio lindo que ele ia amar, se você também se interessa por outros perfumes que passam?
 
O amor e o respeito têm de andar juntos, lado-a-lado. Procure dar presentes sem motivo, sem data, esqueça um pouco a internet, não poste o sorriso forçado, curta os momentos de gargalhadas juntos, escreva uma carta ou invés de um post no mural no Facebook. Roube uma flor e dê à ela, a ele. Ou melhor, não faça nada do que eu disse, faça o que quiser! Celebre o amor com amor.

No dia dos namorados, o presente principal não deveria vir em outra caixa a não ser a toráxica, rs. De preferência pulsando, saltando e fazendo as mãos se entrelaçarem e os olhos sorrirem. 

 

Conheça o Blog da Ponce 

Por Laís Ponce

O BK2 não se responsabiliza pelos comentários emitidos pelos BLOGUEIROS. As opiniões, conclusões e afirmações não manifestam a opinião do portal BK2.


Outras postagens de Laís Ponce
 
 
 
 
 
Big Brother Brasil
Cidades
Música
Empregos e Concursos
Economia
Carnaval
Natal
Copa 2014
Olimpíadas 2016
Mundo Rock
São João da Bahia
Radar
Mundo Gospel
Quentura
Jogos BK2
Cursos 24 horas
 
Jogue Grátis
Cursos 24 horas
Compras On-line